De 23 junho 2020

Saiba o porque emagrecer é tão difícil

Emagrecer é complicado, mas aqui explicamos como tornar isso mais fácil

O sobrepeso e a obesidade podem ter várias causas, uma das mais comuns e desconhecida da maioria das pessoas é o excesso de insulina. A insulina é um hormônio produzido e secretado pelo pâncreas cuja função é encaminhar a glicose  que está no sangue  para dentro das células.

Toda vez que a gente se alimenta principalmente com carboidratos (que são transformados em glicose) o pâncreas secreta insulina. Os carboidratos incluem o açúcar e a farinha branca e tudo o que é feito a partir destes ingredientes. 

Se você consome muito carboidrato todos os dias, seu organismo vai ter glicose em excesso, as células já vão estar cheias dela e a insulina vai sinalizar para o excedente de glicose se transformar em gordura para ser estocada no tecido adiposo. Esta é a principal causa de sobrepeso e obesidade. 

undefined

Aquela barriguinha indesejável é um indício que sua insulina está sendo muito ativada, e que você já pode estar com resistência à insulina. Infelizmente hoje nossa alimentação  baseia-se  em carboidratos o que gera uma quantidade de glicose maior do que o corpo é capaz de processar, e isso deixa os níveis de insulina sempre altos e estes níveis altos promovem o armazenamento desse excesso de glicose em forma de gordura como já disse  e ainda dificulta a eliminação desta gordura. 

Portanto, se você precisa perder peso, você tem que gerenciar a quantidade de insulina do seu organismo porque enquanto ela estiver alta, você não consegue perder peso. Além de levar à obesidade, o excesso de insulina também leva ao diabetes tipo 2, câncer, problemas cardíacos, Alzheimer e envelhecimento precoce. 

 A obesidade é uma doença crônica, ou seja, ela não aparece de um dia para outro, ela é construída com o tempo através de nossos hábitos alimentares. Alguns sinais e sintomas de que sua insulina pode estar muito alta são: gordura abdominal, dificuldade para perder peso, dores pelo corpo, hipertensão, baixos níveis de energia, sonolência e dificuldade para se concentrar e triglicerídeos elevados. 

Quando  este excesso de insulina é detectado precocemente  e você muda seus hábitos, além de perder peso, você consegue prevenir o diabetes que é uma epidemia mundial que  causa muitos problemas e limitações. E você que já é diabético, também pode reverter este quadro com uma mudança de estilo de vida.  Não se conforme com esta condição de ter que tomar medicação o resto de sua vida porque te disseram que diabetes não tem cura. Seus hábitos alimentares e estilo de vida te trouxeram até esta situação que você se encontra hoje então se você mudar estas condições se você  seguir o caminho que te leva a uma vida saudável, é perfeitamente possível mudar sua realidade. 

Quando você fizer exames laboratoriais, não se preocupe somente com o valor da sua glicose, mas também com o valor da insulina porque a glicose pode estar ainda em níveis normais mas a insulina pode estar muito alta. Temos que prestar atenção nisto. 

O que fazer na prática para controlar os níveis de insulina? A primeira coisa e a mais importante é uma mudança nos hábitos alimentares, diminuindo a ingestão de carboidratos, açúcares e produtos industrializados que são recheados com estes ingredientes; praticar atividade física regularmente; gerenciar o estresse; tomar no mínimo 2 litros de água por dia, fazer o jejum intermitente e utilizar suplementos que combatem a resistência à insulina como o óleo de semente de uva, magnésio e complexo B, por exemplo.
Por Dra. Elaine Weiler